Mesmo líder, Webber lamenta resultado no GP da Itália

Nem o fato de assumir a liderança do Mundial de pilotos foi suficiente neste domingo para deixar o australiano Mark Webber satisfeito. Sexto colocado no GP da Itália, o piloto da Red Bull lamentou o fato de não ter conseguido brigar pelas primeiras posições em Monza, após largar em quarto e logo perder colocações.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2010 | 16h23

"Nós poderíamos ter conseguido mais pontos hoje (domingo), então é um pouco decepcionante. Mas pelo menos conseguimos alguns", comentou Webber. "Eu tive um dia melhor que o Lewis (Hamilton) e consegui alguns pontos, mas o Fernando (Alonso) ganhou a corrida. É bom marcar pontos, mas você sempre quer um pouco mais", completou o piloto, lembrando o abandono de Hamilton ainda na primeira volta e a vitória de Alonso.

"Nós perdemos na largada e na primeira volta", disse o australiano. Já na parte final da corrida, Webber ficou preso atrás do alemão Nico Hulkenberg, que só conseguiu ultrapassar nas últimas voltas. "Eu perdi muito tempo atrás do Hulkenberg", confirmou, para depois valorizar o sexto lugar. "Poderia ter sido pior para nós hoje."

ARRISCADO - Companheiro de Webber na Red Bull, o alemão Sebastian Vettel chegou à sua frente, em quarto, mas adotou uma estratégia perigosa, fazendo um pit stop na última volta, fato reconhecido pelo próprio após a prova. "Nossa estratégia foi um risco hoje. Se funcionar você é rei, e se não pode ser um idiota! Ainda bem que funcionou", afirmou.

Ainda na primeira metade da corrida, Vettel foi ultrapassado por Webber, alegando problemas no carro, indicando um possível jogo de equipe. O alemão, porém, desconversou sobre o assunto. "Perto da volta 20, algo aconteceu com o carro, eu não sei o que foi, mas ainda bem que o problema se resolveu sozinho", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.