Michelin não aceita fornecedor único

O diretor mundial de competições da Michelin, Pierre Dupasquier, reforçou nesta quinta-feira em entrevista coletiva em São Paulo que a fabricante de pneus não aceitará a possível determinação da FIA para que seja adotado apenas um fabricante de pneus na Fórmula 1 a partir de 2008. Ele aponta a redução nos testes como a melhor solução. ?O custo é realmente alto e estamos dispostos a colaborar com essa redução. Mas apenas um fornecedor não dá. Sendo assim, seria preciso fazer uma licitação, e como saberiamos se a proposta vencedora realmente é a melhor??, argumenta, lembrando que o custo atual do teste de pneus é de US$ 500 a mil dólares por quilômetro rodado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.