Divulgação / F3 Europeia
Divulgação / F3 Europeia

Mick Schumacher diz se sentir honrado em ser comparado ao seu pai

'Ser comparado ao melhor piloto da história da F-1 é um objetivo que quero alcançar', afirma

Redação, Estadão Conteúdo

21 de março de 2019 | 16h23

O piloto Mick Schumacher afirmou nesta quinta-feira que não vê nenhum problema em ser comparado com o seu pai. Pelo contrário: o alemão de 19 anos diz se sentir honrado com as comparações com o heptacampeão mundial de Fórmula 1.

"Ser comparado com o meu pai nunca foi um problema para mim. É algo muito simples para mim", declarou o piloto. "Ser comparado ao melhor piloto da história da F-1 é um objetivo que quero alcançar. E tê-lo como meu ídolo e meu pai é algo muito especial. Me sinto honrado ao ser comparado com ele porque eu quero apenas aprender e tentar melhorar."

Campeão da Fórmula 3 Europeia em 2018, Mick vai disputar a Fórmula 2 nesta temporada. Ao mesmo tempo em que sobe degraus entre as principais competições que dão acesso à F-1, ele foi anunciado em janeiro como novo reforço da Academia da Ferrari, reforçando os elos e as comparações com Michael Schumacher.

"Eu posso aprender muito com a Ferrari porque eles têm uma grande experiência. Então, isso será um ponto importante de aprendizado para mim porque quero conquistar o máximo que puder [na minha carreira]", declarou Mick.

Ele segue pilotando pela equipe Prema, com a qual o monegasco, atualmente piloto titular da Ferrari, foi campeão da F-2 em 2017. Sua estreia na nova categoria será na próxima semana, no Bahrein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.