Mil Milhas tem hoje a sua 32ª edição

Felipe Giaffone, Flávio Andrade e Ruyter Pacheco, com o protótipo ZF, largam, neste sábado à meia-noite, em Interlagos, na pole position da 32ª edição das Mil Milhas, com o tempo de 1min32s309. E pela diferença imposta ao segundo colocado, o trio da família Negrão, Xandy, Xandynho e Guto, com Audi TT, 3 segundos e 902 milésimos, só não vence a prova se seu carro apresentar algum problema ou os pilotos e a equipe cometerem erros graves.Nada menos de 66 escuderias e cerca de 200 pilotos disputam a corrida que começou ainda em 1956, promovida por Wilson Fittipaldi, o Barão. Tempo em que as famosas "carreteras" dominavam as pistas. O mundo hoje é outro. O protótipo construído por Zeca Giaffone, cinco vezes vencedor das Mil Milhas, campeão de conquistas, para o time do filho, Felipe, é na realidade o projeto norte-americano Rilley-Scott, específico para corridas longas, equipado com um motor Chevrolet V-8 igual ao da Nascar.Já o TT da família Negrão representa o que de mais avançado há no Campeonato Alemão de Turismo (DTM), o mais sofisticado tecnicamente. Bronca - Nesta sexta-feira as equipes reclamaram duramente do Centauro Motor Clube, promotor do evento, pela falta de credenciais disponíveis.Os problemas de organização das Mil Milhas atravessam décadas. De qualquer forma, o espetáculo é grandioso. Os ingressos, vendidos nas bilheterias do autódromo, para o setor de arquibancadas descobertas custam R$ 50,00, as cobertas, R$ 75,00, e os camarotes, sobre os boxes, R$ 250,00.

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2004 | 10h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.