Montezemolo pede 'pés no chão' na Ferrari

Presidente da equipe italiana ressalta que o Mundial de F-1 ainda está indefinido

AE, Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 16h06

A vitória no GP da Coreia do Sul colocou o espanhol Fernando Alonso na liderança do Mundial de Pilotos da Fórmula 1 e foi muito comemorada na Ferrari. Luca di Montezemolo, presidente da equipe, também ficou satisfeito, mas cobrou cautela e ressaltou que o campeonato ainda está indefinido, apesar da chance de Alonso ser campeão no GP do Brasil.

Veja também:

linkGP do Brasil pode ser palco de mais um título

"Agora temos de manter nossos pés no chão. O campeonato ainda está muito aberto e nós sabemos que estamos diante de um adversário muito forte. Teremos que enfrentar duas últimas corridas com níveis ainda mais elevados de concentração, prestando atenção a cada pequeno detalhe", afirmou.

Montezemolo ressaltou a luta da Ferrari, que viu Alonso entrar na briga pelo título mundial apenas nas últimas provas, depois de um início discreto de campeonato. "O que mais me contenta é que nós mostramos que com determinação, trabalho duro, serenidade e vontade de vencer, podemos sair das situações mais difíceis. Somos uma equipe que nunca desiste e que mostrou isso mais uma vez hoje", disse o presidente da Ferrari.

O dirigente também destacou o desempenho do brasileiro Felipe Massa, que terminou o GP da Coreia do Sul na terceira colocação. "Quero parabenizar toda a equipe, que trabalhou de forma impecável, Fernando, que foi excepcional, e Felipe, que trouxe para casa um terceiro lugar muito importante: foi ótimo vê-lo no pódio com seu companheiro de equipe e Chris Dyer [engenheiro da Ferrari]".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.