Montoya: Ferrari está escondendo o jogo

O colombiano Juan Pablo Montoya, que se transferiu da Williams para a McLaren afirmou, em entrevista à imprensa espanhola, que "a Ferrari está guardando alguma surpresa." Os tempos registrados por Michael Schumacher e Rubens Barrichello nos treinos coletivos em Jerez de la Frontera não estão, regularmente, entre os melhores. A equipe italiana está utilizando nos testes o modelo F2004M, ou seja, o carro de 2004 adaptado ao regulamento deste ano.Já Schumacher disse que "os tempos dos testes representam apenas um indício do que pode acontecer nas corridas mas não uma garantia". Depois, o piloto alemão, sete vezes campeão do mundo, comentou com os jornalistas: "Posso lembrar a vocês do último ano? Nos treinos de Valência e Jerez nós também não estávamos bem. Mas quando chegamos a Melbourne tudo foi diferente."É nisso que aposta Montoya. Os novos modelos R25 da Renault e McLaren MP4/20 têm-se mostrado bem mais velozes que a Ferrari F2004M. Para o colombiano, essa não deverá ser a realidade nem nas quatro primeiras etapas do campeonato, quando a Ferrari ainda usará a F2004M. A nova Ferrari vai estrear no GP da Espanha, dia 8 de maio. "Eles sempre têm algo escondido", comentou o colombiano.Nos ensaios desta sexta-feira, em Jerez de la Frontera, o mais rápido foi o inglês Jenson Button, que simulou com a nova BAR 007 uma classificação, como fez Fernando Alonso com o novo Renault R25 na quinta-feira.Button chegou a 1m15s680 (129 voltas), ficando a apenas 30 milésimos do recorde da pista, estabelecido por Michael Schumacher, ano passado. Alonso havia feito 1m15s732 na quinta.Montoya não tinha a McLaren MP4/20 na mesma configuração e marcou 1m16s198 (95), segundo tempo do dia, assim como Schumacher com a F2004M, que fez 1m16s668 (126), em terceiro lugar.O elevado número de voltas de quase todos os pilotos nos treinos denota a preocupação de todos com o regulamento dos pneus para este ano, que obriga o uso de apenas um jogo por piloto para disputar a classificação e a corrida. Em 2004, os pilotos dispunham de dez jogos para o fim de semana, sendo que tinham de devolver três jogos na sexta-feira.Assim, para a sessão livre do sábado pela manhã, classificação à tarde e corrida, domingo, podiam contar com nada menos de sete jogos de pneus, situação bastante distinta deste ano. "Saber economizar os pneus será decisivo", afirmou Schumacher depois dos primeiros testes com os novos pneus.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2005 | 13h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.