Montoya pode perder mais provas

A partidinha de tênis para relaxar deve custar caro para Juan Pablo Montoya. Ele corre o risco de ficar até cinco semanas com o ombro esquerdo imobilizado - sofreu fratura no local por causa de uma queda em quadra. E, com isso, estaria fora das duas próximas etapas da Fórmula 1: o GP do Bahrein, neste domingo, e o de San Marino, em Ímola, no dia 24 de abril.Até mesmo a participação no GP da Espanha, quinta prova da temporada, dia 8 de maio, em Barcelona, não está garantida. Vai depender de como será a recuperação. A McLaren pretende convocar o espanhol Pedro de La Rosa, piloto de testes da equipe, para substituir o colombiano.Montoya se machucou no sábado, durante partida de tênis com seu preparador físico. Ele sequer teria viajado para o Bahrein, pois, após fazer testes em uma clínica de Madri e ficar sabendo da gravidade de sua lesão, optou por ir para Miami, onde tem casa , e juntar-se à mulher, Connie, que está grávida - o filho deve nascer nos próximos dias.A McLaren tem evitado comentários sobre a situação de Montoya, que está em sua primeira temporada pela equipe. Na segunda-feira, a assessoria da equipe limitou-se a dizer que decidiria com calma o que fazer - marcou o anúncio da definição do caso para quinta. Mas já deixou Pedro de la Rosa em alerta. "Eles só me disseram para ficar preparado?, revelou o piloto espanhol. Preparação diferente - Já a preocupação do canadense Jacques Villeneuve é outra: jogar bastante videogame para conhecer a pista de Sakhir, onde será disputado o GP do Bahrein. Como o veterano piloto da Sauber não participou da temporada do ano passado, resolveu recorrer a um recurso alternativo para conhecer os detalhes do circuito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.