Pierre-Philippe Marcou/AFP
Pierre-Philippe Marcou/AFP

Morbidelli aproveita queda de Nakagami e vence etapa de Teruel da MotoGP

Piloto ítalo-brasileiro chegou à sua segunda vitória na temporada e subiu ao pódio pela terceira vez em 2020

Redação, Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2020 | 11h32

Franco Morbidelli aproveitou a queda do pole Takaaki Nakagami para assumir a liderança e de lá não sair mais. O ítalo-brasileiro foi dominante e venceu a etapa de Teruel da MotoGP, em Aragão, na Espanha, neste domingo, cruzando a linha de chegada com vantagem de mais de dois segundos para o segundo colocado, Álex Rins.

O piloto da Yamaha SRT aproveitou a queda do japonês no início da prova, tomou a ponta e soube controlar a corrida, de modo que não foi ameaçado em nenhum momento. Morbidelli chegou à sua segunda vitória na temporada e subiu ao pódio pela terceira vez em 2020. Ele ganhou fôlego na briga pelo título do Mundial.

Atrás de Morbidelli vieram dois espanhóis da Suzuki. Álex Rins, vencedor da etapa de Aragão, no domingo passado, terminou a prova em segundo, e o atual líder do Mundial, Joan Mir, completou o pódio depois de protagonizar uma bela escalada ao largar em 12º.

O espanhol Pol Espargaró, da Red Bull KTM, cresceu nos giros finais para concluir a corrida na quarta colocação, logo à frente do francês Johann Zarco, da Esponsorama, que completou a lista dos cinco melhores colocados.

Entre os postulantes ao título, depois de Mir, o melhor foi o espanhol Maverick Viñales. O piloto da Yamaha foi o sétimo e apareceu logo à frente de outro candidato à conquista, o francês Fabio Quartararo, da Yamaha SRT, completando o percurso em oitavo.

O espanhol Iker Lecuona, da KTM Tech 3, e o italiano Danilo Petrucci, da Ducati, fecharam o top 10. Andrea Dovizioso decepcionou mais uma vez e cruzou a linha de chegada no circuito espanhol em 13º. O multicampeão Valentino Rossi não correu pela segunda prova seguida porque ainda se recupera da covid-19. Ele voltará na próxima etapa, daqui a duas semanas.

Na tabela da classificação, Mir ampliou ainda mais a vantagem na liderança e agora soma 137 pontos, 14 a mais que Quartararo, o vice-líder. Viñales se manteve em terceiro, com 118, enquanto Morbidelli subiu para o quarto lugar (112) e empurrou Dovizioso para quinto posto (109).

A MotoGP dá uma pausa e os pilotos voltam a acelerar daqui a duas semanas, na etapa da Europa, disputada em Valência, na Espanha, país que receberá seis provas até o fim do ano. Será a antepenúltima corrida da temporada 2020.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.