Reprodução
Reprodução

Morte de Justin Wilson comove Massa e outras estrelas da velocidade

Barrichello, Tony Kanaan e Helio Castroneves se solidarizam

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2015 | 15h04

A morte do piloto Justin Wilson após grave acidente sofrido na etapa do último domingo da Fórmula Indy, em Pocono, comoveu o mundo do automobilismo. O inglês sofreu ferimentos fatais na cabeça depois de ser atingido por uma peça do carro de seu colega Sage Karam, ficou internado em estado crítico por cerca de 24 horas, mas não resistiu e faleceu na noite da última segunda.

Imediatamente, estrelas do automobilismo foram às redes sociais manifestar seus tributos a Wilson. Um deles foi Felipe Massa. O brasileiro já havia comentado o acidente na última segunda, por ter sido muito semelhante ao sofrido por ele próprio em 2009, quando foi atingido por uma peça do carro de Rubens Barrichello no treino para o GP da Hungria de Fórmula 1. "Peço ao senhor que ilumine e faça o nosso amigo Justin Wilson se recuperar desse acidente terrível parecido com o meu", comentou na época.

Com experiência na Fórmula 1 e na Fórmula Indy, Rubens Barrichello chegou a ser adversário de Justin Wilson, mas mostrou bastante carinho pelo inglês nesta terça. "Era um cara alto, que não faria sucesso nas Fórmulas. Amigo, você provou exatamente o contrário. Sua timidez tornava-se impressionante nas pistas. Vá com Deus, amigo. Sentiremos sua falta."

Nesta terça, Massa apenas lamentou a morte de mais um piloto. "Um dia muito triste para o esporte. Meus pensamentos e orações estão com sua família e amigos. Descanse em paz, Justin", escreve o brasileiro em sua página no Facebook.

Rivais de Wilson nos últimos anos, Tony Kanaan e Helio Castroneves também se manifestaram. "Meu coração está doendo por outro amigo ter partido. Não posso acreditar, era um dos maiores cavalheiros do automobilismo", escreveu Kanaan no Twitter. "Mandando minhas preces para a família de Justin. Que Deus lhes dê a força para encontrar paz", comentou Helinho.

Foi a segunda morte em menos de cinco anos na Fórmula Indy, sendo que em 2011 outro inglês, Dan Wheldon, foi vítima de um acidente na categoria. A nova tragédia rendeu homenagens da principal entidade da modalidade, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA). "A FIA está entristecida por saber da morte de Justin Wilson, como resultado de lesões sofridas em uma corrida no fim de semana. Expressamos nossas sinceras condolências à família de Wilson."

O acidente que matou Wilson aconteceu já na reta final da etapa de Pocono da Fórmula Indy. O piloto Sage Karam chocou-se com o muro em alta velocidade. Com a força do impacto, uma peça do carro de Karam se soltou e atingiu em cheio a cabeça de Justin Wilson. O inglês foi retirado imediatamente da pista e levado de helicóptero a um hospital, mas seu estado de saúde já era grave.

Envolvido no acidente fatal, Sage Karam também se manifestou através das redes sociais. "Não consigo encontrar as palavras corretas para descrever a dor e a compaixão que sinto por Justin e sua família. Descanse em paz, Justin", escreveu em sua página no Twitter.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.