Motociclista português morre durante treino para o GP de Macau

Luís Carreira, de 35 anos, caiu sozinho na curva pouco antes da reta

O Estado de S. Paulo

15 de novembro de 2012 | 23h21

MACAU - O português Luís Carreira, de 35 anos, morreu nesta quinta-feira vitima de um sofreu grave acidente durante a primeira sessão de treinos de classificação para o tradicional GP de Macau, na categoria motos. As provas, das diversas modalides, acontecem neste sábado.

Carreira caiu sozinho num trecho de alta velocidade, na penúltima curva antes da entrada na reta principal do circuito de rua. Após a queda, sua moto chocou-se com o muro e pegou fogo.

A sessão foi paralisada para atendimento do português. Carreira ainda foi transferido de ambulância para um hospital local, mas foi dado como morto meia hora após o acidente.

Carreira já tinha participado de outras seis edições do GP de Macau e tinha como melhora participação um quarto lugar, em 2008.

O GP de Macau é uma das mais tradicionais provas do calendário da velocidade, tanto nas motos quanto nos carros, de diversas categorias. Ayrton Senna, Maurício Gugelmin, Roberto Moreno e Lucas di Grassi já venceram a corrida disputada na pequena localidade ao sul da China. A primeira corrida aconteceu em 1954. (Com ESPN)

Tudo o que sabemos sobre:
GP de Macauvelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.