Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Soe Zeya Tun/ Reuters
Soe Zeya Tun/ Reuters

MotoGP adia duas provas e prevê início da temporada na Alemanha em junho

Comunicado da entidade informa que a competição deve começar apenas no dia 21 de junho

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2020 | 09h13

A temporada de MotoGP só deverá começar dia 21 de junho com o GP da Alemanha, no circuito de Sachsenring. Nesta terça-feira, em um comunicado da entidade, foi anunciado o adiamento do GP da Itália, dia 31 de maio, em Mugello, e o GP da Catalunha, dia 7 de junho, em Barcelona, por causa da pandemia do coronavírus.

A decisão eleva o número de corridas adiadas para sete, enquanto a primeira disputa de 8 de março no Catar foi cancelada. Itália e Espanha, que reúnem a maioria dos pilotos e equipes, são os dois países europeus mais atingidos pela covid-19, com 16 mil mortes no território italiano e outras 13 mil no espanhol.

"O atual surto de coronavírus obrigou a remarcação dos dois eventos. Como a situação permanece em constante evolução, novas datas para esses GPs, bem como para a corrida na França (Le Mans) e na Espanha (Jerez) recentemente adiadas, deverão ser remarcadas, mas ainda não se sabe quando exatamente será possível realizar esses eventos", informou o comunicado.

A MotoGP acrescentou que um calendário revisado será publicado "assim que possível". No total, são 18 provas previstas, com a última em Valência, na Espanha, em 29 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírusMotoGP [motovelocidade]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.