MP libera tabaco na F-1; TV adverte

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva suspendeu nesta sexta-feira até 31 de julho de 2005 o efeito da lei que está em vigor desde o ano passado que proíbe a veiculação de propaganda de cigarro em locais públicos. A medida é para viabilizar o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, que ocorre neste domingo, em São Paulo, no circuito de Interlagos.Grande parte das equipes tem empresas de tabaco como patrocinadoras e ostentam a propaganda de cigarros nos carros. De acordo com a Medida Provisória, publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União, a suspensão do efeito da lei fica condicionada à veiculação gratuita, pelas emissoras de TV, durante a transmissão do evento, de mensagens de advertência sobre os malefícios do fumo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.