Zsolt Czegledi / AP
Zsolt Czegledi / AP

Na briga pelo título, Vettel confia em reação da Ferrari no retorno da F-1

Piloto alemão está atrás de Lewis Hamilton, da Mercedes, na disputa da temporada de Fórmula 1

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 18h06

Para muitos especialistas, a Ferrari tem o melhor carro da temporada 2018 de Fórmula 1. Mas quem lidera o Mundial de Pilotos é Lewis Hamilton, da Mercedes. Além disso, o inglês emplacou boa sequência de performances antes do recesso do verão europeu na competição. Nada disso, porém, desanima o alemão Sebastian Vettel.

O principal piloto da Ferrari, vice-líder do campeonato, acredita na reviravolta no retorno da competição, no fim do mês. "Algumas vezes o pêndulo balançou em nossa direção, algumas vezes não. Acho que nós fomos muito consistentes até agora. Aquele grande erro nos custou muito, mas foi pequeno e temos que deixar isso para trás", diz o alemão.

Vettel se refere a uma falha em seu carro no GP da Alemanha. Ele liderava a prova, mas perdeu a chance de vencê-la logo na parte final da corrida. Para piorar a situação da Ferrari, o triunfo caiu no colo de Hamilton, justamente num traçado onde a equipe italiana era considerada a favorita.

Foi mais uma prova da temporada que fez Hamilton e Vettel oscilarem na liderança do Mundial de Pilotos. "Aquilo foi parte do jogo. Não podemos voltar no tempo. Aconteceu. Claro que nos machucou, mas estou muito confiante de que, se temos um carro bom para lutar, podemos colocá-los sob pressão e fazer as coisas acontecerem na segunda metade do campeonato."

Para tanto, a Ferrari terá que superar o recente retrospecto no segundo semestre. No ano passado, Vettel e sua equipe sofreram com erros e falhas do carro, o que favoreceu a conquista tranquila do campeonato por Hamilton, agora tetracampeão mundial.

"No ano passado, nós perdemos o campeonato porque nosso carro não era rápido o suficiente para brigar pelo título na parte final da temporada, apesar do que aconteceu naqueles abandonos nas corridas", minimizou o piloto alemão.

Na avaliação do piloto, o modelo deste ano da Ferrari é muito mais confiável. "Acho que, neste ano, nosso carro mostrou ser mais eficiente, mais forte e ainda tem muito potencial para ser extraído. Estou muito empolgado com o que ainda podemos mostrar no campeonato. Acho que teremos um empolgante segundo semestre neste ano", projetou Vettel.

A temporada da Fórmula 1 retornará no último fim de semana do mês de agosto. O GP da Bélgica será disputado no dia 26, no tradicional circuito de Spa-Francorchamps. Hamilton lidera o campeonato com 213 pontos, contra 189 de Vettel.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.