Na China, Raikkonen comemora 200.ª vitória da Ferrari

Sete pontos atrás do líder Hamilton, finlandês aposta em vitória no GP do Brasil para conquistar o título

07 Outubro 2007 | 09h58

O GP da China entrou para história da Ferrari e também da Fórmula 1. Com a conquista deste domingo, Kimi Raikkonen deu a equipe italiana a impressionante marca de 200 vitórias, feito inédito na categoria. Quem aparece em segundo no ranking é a McLaren, com 156 triunfos.   Veja também: Hamilton abandona e Kimi Raikkonen vence GP da China   "No início da prova, tive problemas com meus pneus dianteiros. Acho que troquei no momento certo, tanto consegui me recuperar e passar o Lewis [Hamilton]. O GP foi difícil, mas deu tudo certo para mim", disse o finlandês da Ferrari.    Terceiro colocado na classificação, e praticamente fora da briga pelo título antes da corrida em Xangai, Raikkonen renasceu no campeonato. Com a vitória, ele chegou a 100 pontos, sete atrás do líder Lewis Hamilton - que abandonou o GP da China.   Agora, a disputa pelo título irá acontecer no GP do Brasil, última etapa da temporada. "Espero vencer a próxima corrida. Vamos fazer o nosso melhor em Interlagos, já que o campeonato voltou a ficar em aberto. A disputa será difícil, mas eu confio mais em mim e na minha equipe", comemorou Raikkonen.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1GP da China

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.