Na Indy, treino livre definiu o grid

A chuva impediu a realização do treino classificatório e o grid de largada das 500 Milhas de Michigan foi definido pelos tempos obtidos na sessão livre da manhã deste sábado. Com isso, a pole position ficou com o sueco Kenny Brack, o líder do Mundial de Fórmula Indy. Como não houve o treino classificatório, o sueco não ganhou o ponto de bonificação pela pole. Entre os pilotos brasileiros, o melhor classificado é Tony Kanaan, em quinto lugar. Se a chuva deixar dessa vez, a prova será realizada a partir das 14h30 (horário de Brasília) deste domingo. Ao lado de Brack na primeira fila está o seu companheiro de equipe, o italiano Max Papis. Na terceira posição irá largar o japonês Tora Takagi e o quarto é o canadense Paul Tracy. Depois de Tony Kanaan, o melhor brasileiro foi Christian Fittipaldi, em 9o lugar. Mauricio Gugelmin foi o 10o, Gil de Ferran o 11o, Cristiano da Matta o 13o, Roberto Moreno o 17o, Helio Castro Neves o 19o e Bruno Junqueira o 22o. A chuva começou quando já tinham sido realizados 30 minutos do treino classificatório, na tarde deste sábado. Até então, apenas sete pilotos tinham entrado na pista: Mauricio Gugelmin, Patrick Carpentier, Oriol Servia, Tora Takagi, Brian Herta, Michel Jourdain Jr. e Shinji Nakano. Primeiro, houve apenas uma garoa fraca, que durou cerca de 15 minutos. Isso já foi suficiente para interromper a sessão por mais de 1 hora, até que a pista estivesse seca novamente - nos ovais não é permitido correr com chuva, pois o risco de acidentes é muito grande. Quando estava tudo pronto para recomeçar, voltou a chover. A Cart esperou mais duas horas, mas o tempo não melhorou. Então, a entidade definiu o grid com base nos tempos da manhã. Fora da prova - O brasileiro Max Wilson sofreu um violento acidente na sessão livre da manhã deste sábado e está fora da corrida deste domingo. Ele perdeu o controle do seu carro na curva 1 do oval de Michigan e bateu no muro. Foi levado para o hospital com suspeita de fratura na costela, mas os exames constataram apenas uma contusão no local. Na sexta-feira, Roberto Moreno já tinha batido forte durante o treino, mas, como não teve um arranhão sequer, correrá normalmente as 500 Milhas. Além do problema médico, Max ficou sem carro para a corrida. A sua equipe só trouxe um para essa prova e ele ficou destruído com o acidente deste sábado - o reserva já tinha sido danificado na corrida de domingo passado, em Toronto. Essa era a primeira vez de Max num superspeedway, os grandes ovais em que os carros chegam a quase 400 km/h. Ele disse que estava "curioso e ansioso" para poder dirigir em tão alta velocidade. Mas agora, terá que esperar até a etapa de Fontana, a última da temporada, onde há um circuito como o de Michigan. Confira o grid de largada das 500 Milhas de Michigan: 1) Kenny Brack - 31s3302) Max Papis - 31s4833) Tora Takagi - 31s5914) Paul Tracy - 31s6095) Tony Kanaan - 31s6266) Michel Jourdain Jr. - 31s6769) Christian Fittipaldi - 31s76610) Mauricio Gugelmin - 31s78411) Gil de Ferran - 31s78913) Cristiano da Matta - 31s89017) Roberto Moreno - 31s95019) Helio Castro Neves - 32s04122) Bruno Junqueira - 32s244.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.