Brandon Malone/Reuters
Brandon Malone/Reuters

Vettel desbanca Mercedes na Austrália e Ferrari volta a vencer após 1 ano e meio

Com estratégia arriscada, alemão superou o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, que largou na frente

O Estado de S.Paulo

26 de março de 2017 | 04h34

O piloto alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, ganhou o Grande Prêmio da Austrália, a primeira corrida da temporada 2017 da Fórmula 1. Ele desbancou o campeão de 2015, Lewis Hamilton, da Mercedes, que largou na primeira colocação. A escuderia italiana quebrou um jejum de um ano e meio sem vitórias.

Vettel conseguiu o triunfo graças a uma acertada estratégia de realizar a sua única parada na corrida depois de Hamilton. O alemão teve a 43ª vitória de sua carreira, um ano e meio depois de vencer o GP de Cingapura, o último também alcançado pela Ferrari. 

Ele também colocou fim ao período mais longo sem vitórias desde sua primeira conquista, em 2008. "A gente leva a mensagem que estamos aqui para lutar, após um inverno difícil", afirmou a repórteres ainda no pódio.

Hamilton terminou a corrida em segundo lugar. Em terceiro ficou o piloto finlandês Valtteri Bottas, também da Mercedes.

A próxima corrida será o GP da China, em 9 de abril.

A corrida

Hamilton partiu na primeira posição e manteve essa posição privilegiada, intercalando com Vettel a colocação neste primeiro momento da corrida.

O título em Melbourne acabaria sendo decidido na volta 18 (de 57), quando Hamilton entrou nos boxes para trocar de pneus e ao regressar ficou atrás do holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Apesar de ir mais rápido que o holandês, o Polito inglês não foi capaz de tomar de novo a dianteira e Vettel aguentou até a volta 24 sem entrar nos boxes. Essa diferença foi fundamental para que ele ganhasse seis segundos ante Hamilton.

Quando Vettel regressou à pista, já o fez na frente de Hamilton e somente teve de manter a posição para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar.

Além de quebrar o jejum de um ano e meio sem vitórias, Vettel conseguiu se livrar de um tabu para a Ferrari. A escuderia italiana não vencia em Melbourne desde 2007, quando o finlandês Kimi Raikkonen ganhou o GP australiano.

Aliás, o finlandês terminou a corrida em quarto, na frente de Verstappen. Felipe Massa, da Williams, terminou em sexto lugar.

Confira a classificação final do GP da Austrália:

1.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

2.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 

3.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

4.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

5.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull)

6.º - Felipe Massa (BRA/Williams)

7.º - Sergio Perez (MEX/Force India)

8.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso)

9.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

10.º - Esteban Ocon (FRA/Force India)

11.º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault)

12.º - Antonio Giovinazzi (ITA/Sauber)

13.º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren)

-- Não completaram a corrida --

- Fernando Alonso (ESP/McLaren)

- Kevin Magnussen (DIN/Haas)

- Lance Stroll (CAN/Williams)

- Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

- Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

- Jolyon Palmer (ING/Renault)

- Romain Grosjean (FRA/Haas)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.