Marcelo Sayao/EFE - 22/11/2012
Marcelo Sayao/EFE - 22/11/2012

'Não me desculpo por ganhar', diz Vettel após polêmica com Webber

PIloto nega ter errado ao ultrapassar o companheiro de Red Bull no GP da Malásia

Agência Estado,

10 de abril de 2013 | 14h34

XANGAI - O alemão Sebastian Vettel voltou a falar sobre a polêmica ultrapassagem sobre seu companheiro de Red Bull, Mark Webber, que lhe garantiu a vitória no GP da Malásia, no último dia 24. Depois de pedir desculpas ao piloto australiano e à equipe por ter desrespeitado uma ordem, o atual tricampeão mundial demonstrou não estar tão arrependido assim e disparou: "Não me desculpo por ganhar".

Nas últimas voltas da prova realizada no circuito de Sepang, Webber liderava, enquanto Vettel vinha na segunda colocação. Preocupada com o desgaste dos pneus, a Red Bull ordenou que os pilotos não forçassem mais e garantissem a dobradinha, ordem não obedecida pelo alemão, que atacou seu companheiro e terminou em primeiro, o que gerou um grande mal-estar na equipe.

"Não peço desculpas por vencer, acho que é por isso que me empregam, em primeiro lugar. Adoro correr e foi isso que eu fiz", declarou, em entrevista à BBC. "Na Malásia fiquei surpreso por estarmos nos primeiros lugares. A corrida toda trabalhamos bem com os pneus, acho que é isso que as pessoas esquecem", se explicou.

Mesmo com as justificativas, o atual tricampeão mundial admitiu o erro de não ter seguido a ordem da equipe. "Eu me desculpei por ter me colocado acima da equipe, o que eu não tive a intenção de fazer. Acho que não há muito mais para dizer", afirmou.

Tanto Sebastian Vettel quanto Mark Webber voltarão à pista neste final de semana, para a disputa do GP da China. Os dois primeiros treinos livres acontecem nesta sexta, enquanto o terceiro será no sábado, horas antes do treino de classificação. A prova está marcada para o domingo, às 4 horas da manhã (de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.