Não sou uma lenda vida, diz Schumacher

Minutos depois de cruzar a linha de chegada em oitavo lugar e garantir o ponto que lhe rendeu o hexacampeonato mundial na Fórmula 1, o quinto consecutivo na categoria, o piloto alemão Michael Schumacher, da Ferrari, procurou amenizar o clima de euforia que se criou por ter ele ultrapassado a marca do argentino Juan Manuel Fangio. ?Não sou uma lenda, com certeza não?, garantiu. ?O mais importante é o fato de termos cumprido os dois objetivos estabelecidos. "Além de conquistar o campeonato de construtores, vencemos a corrida com Rubens e eu fiquei com o título mundial. Foi fantástico", disse.Schumacher revelou ter sido estranho cruzar a linha de chegada em oitavo lugar e sagrar-se campeão mundial. ?Foi uma sensação diferente para mim. Sei que isso não é muito comum, mas a corrida foi mesmo maluca?.Em relação a disputa acirrada na pista com o seu irmão Ralf, da Williams, o maior campeão de todos os tempos foi sucinto: ?Era o nosso trabalho, pois competimos pelas posições e guiamos para nossas equipes, não para o próprio irmão?.Muito emocionado, Schumacher fez questão de elogiar sua equipe e todos os profissionais que trabalham na Ferrari, além, claro, de seu companheiro Rubens Barrichello. ?Hoje eu fiz história como piloto, mas a equipe também fez sua parte. Gostaria de pedir desculpas por não ter palavras adequadas para expressar o que sinto?. Medo - O piloto admitiu que quando precisou parar no box e voltou em último, chegou a pensar que perderia o título. ?Muitas coisas passaram pela minha cabeça, mas ainda bem que eu tinha um bom carro e pude brigar pelas posições?, explicou. Quanto à possibilidade de se aposentar nesta temporada, ele voltou a descartar qualquer idéia. ?Eu fico triste com essas perguntas e queria que as pessoas entendessem que eu amo esse esporte e não tenho motivo nenhum para pensar na aposentadoria. Por que não posso continuar me divertindo??Fangio - A comparação inevitável ao pentacampeão Juan Manuel Fangio não empolga Schumacher. ?Não quero me comparar a Fangio. Acho que não seria justo comparar uma personalidade de uma época à outra, de outros tempos?, resumiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.