Alejandro García/Efe
Alejandro García/Efe

Nas 500 Milhas, Alonso usará número da 1ª vitória da McLaren em Indianápolis

Espanhol terá no carro o 66, em homenagem ao triunfo da McLaren em 1972 na prova americana

Redação, Estadão Conteúdo

26 de fevereiro de 2019 | 12h50

Em sua volta às 500 Milhas de Indianápolis, Fernando Alonso já sabe qual número utilizará em seu carro. Nesta terça-feira, a McLaren anunciou que o bólido do piloto espanhol carregará o 66, em uma homenagem ao primeiro triunfo da equipe britânica na tradicional corrida.

Alonso participou das 500 Milhas de Indianápolis pela primeira vez em 2017, quando liderou a prova por algumas voltas e a abandonou, embora tenha sido eleito o melhor estreante. E, naquela oportunidade, usou o número 29 no carro, fruto da parceria entre Andretti, McLaren e Honda.

Agora, então, Alonso vai adotar o 66. E o número traz ótimas lembranças para a McLaren, pois foi com ele que a equipe conquistou a sua primeira vitória em Indianápolis, em 1972, com o norte-americano Mark Donohue. E ainda bateu o recorde de velocidade média da prova, com 262,262km/h, uma marca que seria mantida até 1984.

A edição de 2019 das 500 Milhas de Indianápolis será disputada em 26 de maio. E já tendo triunfado no GP de Mônaco e nas 24 Horas de Le Mans, Alonso tentará igualar o britânico Graham Hill, único piloto a ter triunfado nas mais prestigiadas provas do automobilismo.

Bicampeão mundial de Fórmula 1, Alonso deixou a categoria ao fim da temporada 2018. Mas o espanhol segue na ativa nas pistas, tanto que neste ano venceu as 24 Horas de Daytona.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.