?Nascar brasileira? começa no Rio

A Stock Car dá início neste domingo à sua temporada 2002, no Rio, com uma ?idéia fixa??: tornar-se a Nascar nacional. A categoria de maior sucesso no automobilismo norte-americano passou a ser citação obrigatória de pilotos, patrocinadores e organizadores da ?prima?? brasileira. As diferenças são grandes, mas é inegável o crescimento da Stock Car. A largada da primeira etapa, no Autódromo de Jacarepaguá, será às 13 horas. A prova terá transmissão ao vivo pelo Sportv. O campeonato terá 12 etapas, a última em 24 de novembro, em Interlagos. Na disputa este ano, estão nomes tradicionais como Ingo Hoffmann, 11 vezes campeão da categoria ? em 23 temporadas disputadas ? Chico Serra (vai lutar pelo quarto título consecutivo), Raul Boesel e Xandy Negrão. Também há novatos como Gualter Salles, Duda Pamplona, Pedro Gomes (filho de Paulão Gomes) e Thiago Marques, irmão de Tarso Marques. Para Raul Boesel, a temporada será marcada pelo equilíbrio. ?Não há mudanças significativas no regulamento e as equipes estão muito preocupadas com os detalhes. Por isso, uma pequena diferença pode decidir o campeonato??, acredita Boesel. Essas diferenças podem ser obtidas em itens como suspensão, sistema de refrigeração dos carros e no peso, passíveis de alterações. O regulamento não permite modificações aerodinâmicas. Uma das novidades da Stock Car este ano será a introdução do câmbio sequencial, a partir da segunda etapa da competição.

Agencia Estado,

16 Março 2002 | 15h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.