Nasr destaca importância da concentração e da estratégia para o GP da Hungria

Sem ter pontuado nas últimas três provas da Fórmula 1, Felipe Nasr vem convivendo com a queda de rendimento da Sauber após um bom início de campeonato. Tentando reverter essa situação, o brasileiro destacou os desafios que o GP da Hungria, marcado para o próximo domingo, apresenta, ressaltando que o piloto precisa se manter concentrado o tempo todo. Além disso, lembrou que os freios são bastante exigidos.

Estadão Conteúdo

20 de julho de 2015 | 16h09

"O GP em Budapeste é sempre muito desafiador. Este circuito tem muitas combinações de curvas e retas curtas. A pista é muito exigente para os pneus. Precisamos ter muita estabilidade na frenagem, bem como boa tração. Como piloto, nesta pista você se sente ocupado o tempo todo. Você sempre tem que se concentrar para a próxima curva. Há apenas uma breve descanso na reta principal", disse.

Nasr também apontou o calor como uma das dificuldades que os pilotos precisam superar no GP da Hungria. Assim, avaliou que o consumo de pneus e a estratégia a ser adotada pela Sauber devem ser fatores determinantes para o resultado final da prova.

"A aderência na pista melhora de dia para dia. Nós devemos, portanto, contar com a nossa experiência, a fim de antecipar as mudanças de nível de aderência a cada dia e realizar os ajustes. Normalmente Budapeste é um lugar quente durante todo o fim de semana do GP, o que pode ser muito complicado para a estratégia de pneus. No geral eu gosto de correr lá", afirmou.

O brasileiro está em sua temporada de estreia na Fórmula 1, mas competiu no Circuito de Hungaroring, em Budapeste, nos últimos três anos pela GP2, em etapas de rodada dupla. Ele subiu ao pódio duas vezes, em 2013 e 2014. No Mundial de Pilotos, Nasr está em 11º lugar no campeonato, com 16 pontos após nove provas disputadas na temporada 2015 da Fórmula 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.