Nasr diz que fim de semana do GP do Bahrein é especial e elogia pista 'divertida'

Em busca dos primeiros pontos na temporada 2016 da Fórmula 1 após terminar o GP da Austrália apenas na 12ª colocação, Felipe Nasr lembrou os seus antepassados para aumentar a sua motivação para o GP do Bahrein, a segunda corrida do campeonato, que será disputada no próximo domingo. O brasileiro da Sauber destacou a origem libanesa do seu avô para classificar como especial a participação em uma prova no Oriente Médio.

Estadão Conteúdo

29 de março de 2016 | 14h22

"O GP do Bahrein é um fim de semana de corrida especial para mim. Tendo raízes libanesas de meu avô, eu sempre gostei de estar no Oriente Médio. Para mim, como um piloto, é bom não só ter um apoio enorme do Brasil, mas também de onde estamos", afirmou.

No ano passado, em sua primeira temporada na Fórmula 1, Nasr foi o 12º colocado no GP do Bahrein. Mesmo assim, o piloto da Sauber fez elogios ao circuito de Sakhir e se disse empolgado para a primeira prova noturna da temporada 2016. "A pista em si é muito divertida de pilotar e correr à noite torna o evento ainda mais especial", acrescentou.

Pra o fim de semana no GP do Bahrein, Nasr escolheu cinco jogos de pneus supermacios, quatro médios e outros quatro macios. A aposta foi um pouco diferente da realizada por sueco Marcus Ericsson, que optou por três médios, cinco macios e cinco supermacios.

As atividades do GP do Bahrein se iniciam nesta sexta-feira com a realização de dois treinos livres, às 8 horas e ao meio-dia. O treino de classificação será ao meio do próximo sábado, mesmo horário da corrida de domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.