Pavel Golovkin/AP
Pavel Golovkin/AP

Nasr exalta 12º lugar e mira zona de pontuação no GP da Rússia

Brasileiro deixou para trás Felipe Massa e Fernando Alonso

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2015 | 14h36

Felipe Nasr comemorou o bom rendimento no treino classificatório do GP da Rússia de Fórmula 1. Neste sábado, o piloto da Sauber mostrou boa evolução ao longo do Q1 e do Q2 e deixou para trás rivais mais experientes, como o compatriota Felipe Massa e o espanhol Fernando Alonso.

"Foi um bom treino, uma disputa bem apertada (no Q2). Podemos comemorar este resultado. O 12º é uma boa posição para lutar por pontos amanhã", comentou o brasileiro, que atribuiu o bom rendimento à troca de pneus no momento apropriado do treino. "Por sorte durante a sessão tomamos a decisão certa nos pneus."

A posição do brasileiro no grid foi comemorada pela chefe da Sauber, Monisha Kaltenborn. "Felipe conseguiu melhorar durante o treino. A 12ª é uma boa colocação no grid, vai poder brigar por pontos amanhã", comentou a dirigente.

Assim como outros dirigentes, Monisha lamentou o pouco tempo que os pilotos tiveram na pista neste fim de semana. Por conta de imprevistos, as três sessões de treinos livres foram encurtadas ou esvaziadas por chuva ou acidente. Como consequência, quase nenhuma equipe pôde executar todos os testes previstos antes do treino classificatório.

"Todas as sessões foram influenciadas por imprevistos. Nenhum dos dois pilotos conseguiu finalizar nossa programação. Por isso, nenhum esteve imune a problemas hoje, principalmente o Marcus (Ericsson)", comentou Monisha. O companheiro de Nasr vai largar somente da 17ª colocação neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.