Nelsinho diz que Renault 'tem muito trabalho pela frente'

Piloto brasileiro faz o nono tempo nos testes livres realizados no autódromo de Jerez de la Frontera

Efe

14 de janeiro de 2008 | 16h08

O piloto brasileiro Nelsinho Piquet, da Renault, declarou nesta segunda-feira, após o primeiro dia de testes no circuito de Jerez de la Frontera (Espanha), que a equipe ainda tem "muito trabalho pela frente". "Gostaria de ter mais tempo, mas as condições da pista de manhã não eram as ideais", disse Nelsinho, que deu um total de 41 voltas na pista (8182 quilômetros)."Estou feliz de voltar ao trabalho pela primeira vez este ano, e continuar com minha preparação", acrescentou o brasileiro, que hoje rodou ao volante de um carro de 2007, embora sem controle de tração. "Sei que há muitas coisas por fazer, e que temos muito trabalho pela frente. Mas estou aqui para isso", disse Nelsinho.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Nelsinho PiquetRenault

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.