Nelsinho faz hoje 1º teste com F-1

Esta terça-feira é um dia histórico para Nelsinho Piquet. E, quem sabe, para o automobilismo brasileiro. O filho de Nelson Piquet, três vezes campeão do mundo, fará seu primeiro teste de Fórmula 1. Será com o veloz modelo FW25 da Williams, no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha. Amanhã ele terá o dia todo para familiarizar-se com o carro e, aos poucos, demonstrar sua velocidade. Quinta-feira, de manhã, ele volta a acelerar o FW25. Se confirmar o enorme talento evidenciado nas 6 vitórias e 8 pole positions na temporada de estréia do Campeonato Britânico de Fórmula 3, este ano, deverá ser contratado como piloto de testes da equipe. "Meu grande sonho é correr na Fórmula 1 e essa é a minha chance de mostrar que tenho condições de chegar lá", disse o piloto de 18 anos. "Estou bem ansioso, não vejo a hora de entrar no carro e baixar o pé." Sam Michael, chefe dos engenheiros de pista da Williams, comentou: "Estamos certos de que Nelsinho está suficientemente maduro para o teste. "Ele será comparado com Nico Rosberg, filho de outro piloto campeão do mundo com a Williams, Keke Rosberg, em 1982. Nelson conquistou o título de 1987 pelo time de Frank Wlilliams. Nico testa quarta-feira, o dia todo, e quinta-feira à tarde.O último treino da Williams em Jerez foi entre 30 de setembro e 3 de outubro. Dia 1.º Ralf Schumacher estabeleceu 1min20s390. A temperatura está um pouco mais baixa agora, o que favorece à melhora dos tempos, mas a Williams, como toda escuderia de Fórmula 1, adota alguns procedimentos-padrão no primeiro teste de um piloto, a fim de tornar a experiência mais segura.Por exemplo: o carro deixa os boxes com maior carga aerodinâmica do normal, para lhe dar maior aderência. O mecânicos ajustam o limitador de giros do motor a um nível mais baixo do usual, em vez de o piloto trocar as marchas quando o motor atinge 19 mil rpm, o faz a 17 mil, em média. A resposta de potência é menor, bem como as reações do carro um pouco mais lentas. Em nenhum momento Nelsinho deverá ter menos de 50 ou 60 quilos de gasolina no tanque, também para conter a performance, mesmo objetivo de equipar a Williams com pneus já usados.É sempre bom lembrar que antes de sentar no cockpit o piloto faz o chamado "ground school", ou seja, um curso para conhecer os cerca de 25 botões que há no volante e como utilizá-los para elevar o desempenho do carro. O uso correto dos freios com discos e pastilhas em fibra de carbono é fundamental. O sistema funciona com perfeição apenas dentro de uma determinada faixa de temperatura, entre 400 e 700 graus Celsius.Há um procedimento que deve ser seguido para os freios atingirem essa faixa. Essas são apenas algumas das lições que Nelsinho terá de aprender antes de poder exigir mesmo do FW25, o que se espera ocorra quinta-feira, quando Nico fará o mesmo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.