Arquivo/AE-28/10/2008
Arquivo/AE-28/10/2008

Nelsinho Piquet diz que recusou oferta para ficar na F-1

Alegando cansaço, o piloto brasileiro decidiu deixar a Fórmula 1 e correr a temporada da Nascar

AE, Agencia Estado

19 de janeiro de 2010 | 13h51

O brasileiro Nelsinho Piquet afirmou nesta terça-feira que recebeu uma proposta para continuar na Fórmula 1, mas optou por deixar a categoria e disputar a temporada da Nascar. O piloto não citou qual foi a proposta que teria recebido, mas admitiu que estava cansado de disputar o Mundial.

"Eu poderia ter ficado na Fórmula 1, se quisesse. Uma equipe me convidou para correr lá", disse Piquet em entrevista à SpeedTV, emissora norte-americana especializada na cobertura de automobilismo.

"Eu estava muito cansado de tudo que envolvia a Fórmula 1. Por isso tomei a decisão de começar uma nova fase da minha carreira, com o desafio de correr na Nascar", afirmou o brasileiro.

Nelsinho estreou na Fórmula 1 em 2008 e teve uma temporada de estreia considerada boa, com direito a um segundo lugar na Alemanha. No ano passado, contudo, ele ficou muito abaixo das expectativas, e acabou demitido após o GP da Hungria.

Depois da demissão de Nelsinho, eclodiu na imprensa o escândalo do GP de Cingapura do ano anterior, quando o brasileiro bateu de propósito para beneficiar o companheiro de equipe Fernando Alonso, que venceu aquela prova. Piquet não foi punido oficialmente, mas viu a maioria das portas da categoria se fecharem.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Nelsinho PiquetNascar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.