Nelsinho Piquet: "Foi tudo perfeito"

A A1 Grand Prix, a mais nova categoria do automobilismo mundial, nasceu neste domingo com cara de Brasil. Nelsinho Piquet venceu as duasprovas realizadas em Brands Hatch, Inglaterra ? a primeira de ponta a ponta -, após largar na pole em ambas. De quebra, ainda ganhou um ponto extra por ter feito uma melhor volta. ?Foi um fim de semana perfeito??, resumiu o filho do tricampeão da Fórmula 1 Nelson Piquet. ?Nelsinho pilotou como mestre??, empolgou-se Emerson Fittipaldi, sócio da equipe brasileira em parceira com o jogador Ronaldo.Nelsinho completou a primeira corrida do dia (18 voltas) em 23m15s682. Em segundo lugar chegou Alexandre Premat, da equipe francesa, a 2s440. E o terceiro foi o neozelandês Matt Halliday, a 2889. Como venceu a primeira prova, o piloto brasileiro garantiu a pole para a segunda corrida, em 38 voltas. Manteve a ponta da largada até o 14º giro, quando fez a parada obrigatória para troca de pneus. Perdeu tempo, retornou em terceiro e assumiu o segundo lugar na volta 17, quando Robbie Herr, da Inglaterra, abandonou. Passou, então, a perseguir o australiano Will Power, até ultrapassá-lo, na volta 29.O brasileiro completou esta segunda prova em 55m01s910, 11s330 à frente de Power e com 23s125 de vantagem para Salvador Duran, do México, o terceiro colocado.Enfrentanto uma temporada difícil na GP2, Nelsinho vibrou bastante com as vitórias da A1. ?Na primeira corrida, me senti como se fosse minha primeira vitória na carreira. Na pista, fiquei concentrado apenas em ser veloz. Sabia que ninguém me ultrapassaria??, disse.A segunda prova foi mais complicada a partir do pit stop, pois os mecânicos tiveram dificuldades para soltar uma roda, o que fez obrasileiro perder muito tempo. ?Mas depois tive sorte quando o piloto da Inglaterra parou e a pressionar o Will Power, esperando que eleerrasse. Isso aconteceu, eu vinha atrás, fiz uma saída de curva melhor. Assumi o risco, freei o mais tarde possível e passei, assumindo aliderança.??Emerson Fittipaldi reconheceu que a estréia da equipe brasileira na categoria não poderia ter sido melhor. ?O Nelsinho teve excelente performance??, elogiou o ex-piloto. ?Ele é profissional, frio e ajudou muito no acerto do carro.?? Nelson Piquet, o pai do piloto, também comemorou bastante. ?Não é fácil ganhar duas corridas no mesmo dia, mas o Nelsinho mereceu.??Com as duas vitórias de Nelsinho e mais o ponto extra, o Brasil lidera o campeonato com 21 pontos (a competição é entre países, comparticipação de 25 equipes). A Austrália tem 16 e a Nova Zelândia soma 15. A próxima etapa será em Lausitz, Alemanha, em 9 de outubro e Nelsinho espera correr ? a equipe tem como opções de pilotos Tony Kanaan e João Paulo de Oliveira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.