Giuseppe Cacace/AFP
Giuseppe Cacace/AFP

No último fim de semana de Fórmula 1, Massa diz que viveu 'sexta-feira comum'

Piloto da Williams descarta viver sensação especial por despedida da categoria por estar focado na disputa

Estadão Conteúdo

24 Novembro 2017 | 18h46

Depois de 15 anos na Fórmula 1, o brasileiro Felipe Massa iniciou nesta sexta-feira o que será sua última etapa na categoria. Nos treinos livres para o GP de Abu Dabi, terminou a primeira sessão na nona colocação, com o tempo de 1min40s723, e a segunda em 11.º, com 1min39s635.

+ Hamilton festeja última sexta-feira da temporada

+ Vettel celebra desempenho do carro em Abu Dabi

Apesar da despedida, Massa minimizou o momento e garantiu ter vivido "uma sexta-feira comum". "Eu acho que foi uma sexta-feira comum, para ser honesto. Eu estava tentando sentir o carro e os pneus. Eu tive boas voltas também. Não senti nada diferente ou estranho hoje em relação a qualquer outra sexta-feira", declarou.

O piloto da Williams, porém, admitiu que talvez tenha se sentido assim porque ainda não se sente fora da categoria. "Talvez quando chegarmos à primeira corrida da próxima temporada, eu sinta falta disso, da competição e de todo o resto."

Massa tem poucos objetivos em disputa nesse fim de semana. É apenas o décimo colocado entre os pilotos, com 42 pontos, e luta apenas para ficar à frente de seu companheiro, Lance Stroll, que tem dois pontos a menos.

Aos 36 anos e longe da melhor forma, ele garantiu que tomou a decisão de parar no momento certo. "Eu estou pronto para isto e acho que é a hora certa. A única coisa que posso dizer é que estou grato por tudo, então vamos ver o que acontece no sábado e no domingo. Espero que possamos ter um bom fim."

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Felipe Massa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.