Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Zak Mauger/Fórmula E
Zak Mauger/Fórmula E

No Uruguai, brasileiros correm por arrancada pelo título da Fórmula E

Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi consideram bom retrospecto em Punta del Este como incentivo para melhorar no campeonato

Ciro Campos, enviado especial a Punta del Este*, O Estado de S. Paulo

16 de março de 2018 | 17h45

A corrida do calendário da Fórmula E mais próxima do Brasil é um dos incentivos para Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi reagirem no campeonato e tentarem arrancar rumo ao título. A prova deste sábado, em Punta del Este, no Uruguai, marca a metade da temporada e os dois brasileiros encaram como a oportunidade de iniciarem uma reação após os resultados anteriores ficarem abaixo do esperado.

+ Fundador da Fórmula E torce pela vinda de Massa

+ Fórmula E cancela prova em São Paulo em 2019

Atual campeão, Di Grassi tem sofrido com seguidos abandonos nesta temporada, porém está confiante para a etapa uruguaia por ter sido pódio nas duas edições anteriores. "Esta será a primeira prova que vou disputar sem sofrer de antemão uma penalidade no grid. Isso, mais a vitória obtida por nossa equipe na etapa anterior (México), me animam bastante para brigar pelo topo do pódio no Uruguai", disse o piloto.

A prova em Punta del Este será disputada no sábado, a partir das 16h (horário de Brasília). Como a categoria não tem corridas no Brasil, a parada no Uruguai é o destino mais próximo ao Brasil. O circuito é montado na Praia Brava, à beira do mar e de pontos turísticos locais, como a obra de arte conhecida como "A mão de Punta del Este", tradicional destino para os visitantes.

"Acho que agora, na atual situação do campeonato, nós não temos nada a perder. O carro é muito rápido, eu fiz a volta mais rápida no México, já havia feito a volta mais rápida em Hong Kong e Marrakesh, portanto, temos um carro rápido. O objetivo agora é terminar o ano com o maior numero de vitórias possíveis", comentou Di Grassi, que considera ser difícil chegar ao bicampeonato.

Piquet é o brasileiro mais bem colocado no ano. O piloto já foi segundo colocado em uma das edições da prova em Punta del Este e neste ano está em quinto lugar no campeonato. "A temporada tem sido muito boa, acima das expectativas inclusive. O carro mostrou que é rápido e confiável, tanto que estamos em quinto nocampeonato de pilotos e terceiro no de equipes. Vamos continuar trabalhando forte e tentar buscar um lugar no pódio", disse.

Antes da prova, no sábado pela manhã, os pilotos fazem o treino classificatório. A corrida terá 37 voltas.

* O repórter viaja à convite da organização da Fórmula E

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.