Valdrin Xhemaj/Efe
Valdrin Xhemaj/Efe

Nono, Bruno Senna lamenta erro na classificação

Piloto da Williams acredita que poderia ter conseguido uma vaga nas três primeiras filas se não tivesse cometido um erro na sua última volta

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 13h00

BUDAPESTE - O brasileiro Bruno Senna conquistou neste sábado, 28, a sua melhor posição de largada na Fórmula 1 em 2012, mas não ficou completamente satisfeito com o seu desempenho no treino de classificação do GP da Hungria. Nono colocado no grid, o piloto da Williams acredita que poderia ter conseguido uma vaga nas três primeiras filas se não tivesse cometido um erro na sua última volta.

"Peguei um pouco de sujeira antes de abrir essa volta e travei o pneu na freada, o que causou um prejuízo", afirmou. "Mas o importante é que evoluímos no ritmo de classificação e estamos fortes com os dois compostos de pneus, tanto com os médios como com os macios", completou.

Apesar da sua melhor posição de grid neste ano, o brasileiro ficou atrás do venezuelano Pastor Maldonado, seu companheiro de equipe na Williams, que foi o oitavo. "Estou muito contente. Não deu para ficar entre os cinco, mas entrar pela primeira vez entre os 10 e ver os dois carros na equipe no Q3 foi gratificante", disse Bruno Senna.

Para a corrida de domingo, o brasileiro ressalta a necessidade de ter uma boa largada e adotar a estratégia acertada para conseguir um resultado expressivo no GP da Hungria. "Sempre foi difícil passar aqui. A corrida de GP2 foi chata, ninguém passou ninguém. E nem o DRS vai ajudar, porque as retas são curtas. Quero fazer uma boa largada, quem sabe ganhar posições e somar o maior número de pontos possível."

 

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da HungriaBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.