Nos vinte anos da morte de Senna, Williams renova homenagem ao piloto

Após acidente fatal, em 1994, ídolo brasileiro tem nome grafado nos carros da equipe inglesa

O Estado de S. Paulo

07 de março de 2014 | 13h02

SÃO PAULO - A morte do piloto brasileiro Ayrton Senna completa 20 anos no próximo dia primeiro de maio e a Williams continua homenageando o tricampeão. Última vítima fatal em corridas na Fórmula 1, após o trágico acidente na extinta curva Tamburello, em Ímola, na Itália, todos os carros produzidos pela Williams, desde então, ganharam um "S" estilizado nos bicos dos monopostos. O "S" remete a marca usada por Senna. Segundo a equipe de Grove, cidade sede da escuderia na Inglaterra, o fato do local escolhido para a homenagem se dar na parte frontal dos carros diz respeito à luta do brasileiro pelas vitórias.

O chefe da escuderia e patrão de Ayrton Senna na época do acidente, Frank Williams comentou sobre a homenagem. "Era muito próximo ao Ayrton e o icônico duplo "S" tem sido um pilar em nossos carros desde sua morte há 20 anos. Este novo logotipo é a nossa maneira de celebrar suas conquistas como piloto de corridas e também o excelente trabalho de sua fundação, que promove atividades educacionais no Brasil".

Com dois pilotos brasileiros integrando a Williams nesta temporada, Felipe Massa e Felipe Nasr, o tradicional "S" na frente do modelo FW36, carro do time para 2014, será substituído pela mensagem "Ayrton Senna Sempre" ao lado de uma foto do rosto do tricampeão. O logo foi desenvolvido pelo próprio Instituto Ayrton Senna para os tributos, que serão realizados em parceria com a equipe inglesa ao longo do ano.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.