Nova empresa quer fazer F-1 em 2008

Para provar que a ameaça de criar um Mundial paralelo de Fórmula 1 é séria, a partir de 2008, representantes da Fiat, Mercedes, BMW, Renault e Ford oficializaram hoje a formação da empresa GPWC Holding BV, com sede na Holanda. "O objetivo da GPWC é canalizar para as suas filiadas todos os recursos gerados pelo "Novo Campeonato", como o arrecadado com direitos de TV, Internet, promoção das corridas, atividades publicitárias, etc. As montadoras não se conformam com Bernie Ecclestone e Leo Kirch, promotores da F-1, ficarem com 70% do arrecadado e as equipes, 30%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.