Nova McLaren de Fernando Alonso quebra no primeiro treino

O bicampeão Fernando Alonso não teve uma boa impressão no comando do novo carro da McLaren. No primeiro treino com o modelo MP4/22, realizado nesta quarta-feira, o espanhol teve de interromper o trabalho na pista do Circuito da Comunidade Valenciana, na Espanha, por causa de um problema mecânico. O carro do espanhol começou a soltar uma fumaça branca ao alcançar a reta. Segundo a imprensa européia, o veículo pode ter tido uma ruptura do propulsor. O problema fez com que Alonso alterasse a programação de treinos marcada para esta quarta. A primeira vez que Alonso treinou com a McLaren aconteceu em dezembro do ano passado, quando o espanhol deu algumas voltas com o modelo MP4/21, carro que não conquistou nenhuma vitória em 18 provas - na época, os pilotos da equipe eram o finlandês Kimi Raikkonen e o espanhol Pedro de la Rosa, que substituiu o colombiano Juan Pablo Montoya. Nota oito Mesmo com o contratempo, o espanhol registrou o melhor tempo do dia, com 1min12s053 na melhor de suas 57 voltas. Ele superou os dois carros da BMW Sauber, comandados pelo polonês Robert Kubica (1min12s169) e pelo alemão Nick Heidfeld (1min12s571). "Dou uma nota oito para o carro. Mas, a equipe ainda tem de trabalhar muito para chegar aos 100%. Sempre existem coisas que podem ser melhoradas. Acredito que até a metade de fevereiro estaremos mais equilibrados", contou Alonso. A previsão é de que a McLaren realize treinos em Valência até a próxima sexta-feira. A primeira prova desta temporada só acontecerá no dia 18 de março, com o Grande Prêmio da Austrália, que será realizado no Circuito de Melbourne. Atualizado às 16h40

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.