Novato canadense é pole e brasileiro Leist larga em 3º na abertura da Indy

Robert Wickens superou australiano Will Power com tempo de 1min01s664

Estadão Conteúdo

10 Março 2018 | 19h26

Com o remodelado carro da Fórmula Indy para a temporada 2018 e a pista molhada na fase decisiva do treino de classificação, o novato canadense Robert Wickens surpreendeu neste sábado ao superar o australiano Will Power e faturar a pole position da etapa de São Petersburgo, em um circuito de rua na Flórida, que abre o campeonato.

+ Leia mais notícias sobre velocidade

+ Fórmula E lança novo modelo, e bateria mais potente vai dispensar troca de carro

Power, que compete pela Penske, faturou a pole position em sete das oito provas anteriores da Indy em São Petersburgo. E ele parecia próximo de ampliar esse domínio ao assumir a liderança do "Fast Six" no minuto final. Porém, já com o cronômetro zerado, Wickens marcou o tempo de 1min01s664, garantindo pole logo na sua prova de estreia na Indy.

Wickens competiu na DTM entre 2012 e 2017, tendo vencido seis provas, mas mudou para a Indy neste ano após a Mercedes optar por deixar a categoria de carros de turismo baseada na Alemanha. Ele, então, foi contratado pela equipe Schmidt Peterson para compor uma dupla de pilotos canadenses com James Hinchcliffe, seu amigo de infância.

Superado pela ótima estreia de Wickens, Power vai largar da segunda posição, após registrar o tempo de 1min01s735. O brasileiro Matheus Leist, que também é estreante após ser o quarto colocado na Indy Lights em 2017, foi o terceiro mais rápido com a marca de 1min01s763 pela Foyt, confirmando o seu bom desempenho após liderar o primeiro treino livre em São Petersburgo.

O britânico Jordan King, da Carpenter e outro estreante, garantiu a quarta posição no grid. O japonês Takuma Sato, da RLL, e o norte-americano Ryan Hunter-Reay, da Andretti, completam a relação dos seis primeiros colocados, que indicou um grande equilíbrio, pois eles são de equipes diferentes, sendo três com motores Chevrolet e outros três com Honda.

Companheiro de Leist na Foyt, o também brasileiro Tony Kanaan garantiu a décima posição para o início da prova em São Petersburgo com o tempo de 1min01s721. À sua frente, ficaram, em ordem, o canadense James Hinchcliffe, o colombiano Gabby Chaves e o neozelandês Scott Dixon. Campeão da Indy em 2017, o norte-americano Josef Newgarden largará somente da 13ª posição.

A etapa de São Petersburgo da Indy será disputada neste domingo, com largada prevista para as 14h30 (horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.