Angel Díaz/EFE
Angel Díaz/EFE

Novo patrocínio da Ferrari abre as portas para Alonso

Acordo com o banco espanhol Santander seria a conexão para a contratação do espanhol pelos italianos

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2009 | 13h31

MONZA - A Ferrari anunciou nesta quinta-feira que o banco espanhol Santander será um de seus principais patrocinadores a partir de 2010. O acordo é mais um indício de que o bicampeão mundial Fernando Alonso deve transferir-se para a equipe no futuro - talvez, até mesmo na próxima temporada.

Veja também:

linkAlonso se diz surpreso com investigação

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

"Estamos muito felizes por ter um novo parceiro como o Santander, uma empresa com a qual estamos começando uma relação longa e importante", disse o presidente da escuderia italiana, Luca di Montezemolo. O acordo entre as duas partes tem duração de cinco anos.

O contrato prevê a exibição da marca do Santander nos carros, nos macacões e capacetes dos pilotos e nos kits da escuderia. A possível chegada do patrocinador era dada como indício de que Alonso trocaria a Renault pela equipe de Maranello.

Mergulhada em uma crise, a escuderia francesa pode até ser banida da Fórmula 1. Enquanto isso, Kimi Raikkonen corre o risco de ter seu contrato rescindido pela Ferrari. Assim, Alonso teria as portas abertas para ser companheiro de Felipe Massa no próximo Mundial.

O presidente da Ferrari negou-se a comentar sobre as especulações durante a apresentação do novo patrocinador. "Hoje estamos aqui para falar de um acordo com um patrocinador. Os pilotos da Ferrari são Felipe Massa e Kimi Raikkonen", disse Di Montezemolo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.