Números dão favoritismo a Montoya e Kimi

Michael Schumacher (Ferrari), 72 pontos, Juan Pablo Montoya (Williams), 71, e Kimi Raikonen (McLaren), 70. Com muita probabilidade um dos três será o campeão do mundo, embora matematicamente até David Coulthard, da McLaren e que é sétimo colocado com 45 pontos, ainda possa chegar lá. Todos irão disputar o título nas três etapas que restam para o encerramento da temporada da Fórmula 1, os GP da Itália, dia 14, em Monza, dos Estados Unidos, 28, em Indianápolis, e 12 de outubro, do Japão, em Suzuka. Se o que vem acontecendo nas últimas provas do campeonato servir para a projeção do que pode ocorrer daqui para a frente, Montoya e Raikkonen têm, de forma surpreendente, maiores chances que Schumacher.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.