Oitavo, Alonso diz que esperava resultado melhor

Considerado um dos favoritos a vencer o GP do Bahrein, o espanhol Fernando Alonso teve uma corrida para esquecer neste domingo no circuito de Sakhir. O piloto da Ferrari precisou fazer dois pit stops extras na prova por causa de um problema na sua asa móvel e não pôde usar mais o sistema que facilita as ultrapassagens. Assim, ele terminou a quarta etapa da temporada 2013 da Fórmula 1 em oitavo lugar e só pôde lamentar o seu azar. Ele lembrou também que o brasileiro Felipe Massa, seu companheiro de equipe, também teve dificuldades na prova.

AE, Agência Estado

21 de abril de 2013 | 15h40

"Nós definitivamente não tivemos muita sorte hoje e isso é uma pena, porque era um fim de semana bom para mim e Felipe até esta tarde. Nós tínhamos sido competitivo nos treinos livres e de classificação e nós dois esperávamos ter uma boa corrida. Após as primeiras voltas, quando eu pensei que os pneus traseiros tinham acabado, e o pit me informou que a asa traseira estava solta. Ela não foi fixado corretamente na primeira parada e então eu tive que fazer outra parada. Desde então, a instrução clara a partir do pit foi para não usá-lo e isso afetou minha corrida", disse.

No restante do fim de semana, Alonso liderou dois dos três treinos livres e ainda garantiu a terceira colocação no grid de largada. Por isso, ele acreditava que a Ferrari poderia ter conquistado um resultado bem melhor no GP do Bahrein.

"Estou certo de que sem os problemas que eu e Felipe tivemos, teríamos terminado mais acima, porque o carro responde muito bem e é definitivamente o melhor dos últimos quatro anos. Mas ter uma boa corrida envolve uma série de fatores, incluindo um pouco de sorte", comentou.

Com o oitavo lugar, Alonso chegou apenas aos 47 pontos, na quarta colocação do Mundial de Pilotos, e ficou a 30 do alemão Sebastian Vettel, que venceu o GP do Bahrein e lidera o campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.