Organização define percurso do Rali Dacar de 2011

33.ª edição da corrida vai explorar o norte da Argentina e do Chile entre os dias 1.º e 17 de janeiro

AE, Agência Estado

29 de abril de 2010 | 12h26

O Rali Dacar 2011, que será disputado de 1º a 17 janeiro, será realizado nesta edição pelo norte da Argentina e do Chile, explorando novos territórios em sua terceira edição consecutiva na América do Sul, segundo revelou hoje o diretor da prova, Etienne Lavigne.

Entre as novas áreas a serem exploradas, o Dacar 2011 vai cruzar próximo às fronteiras com Bolívia e Peru, países que devem receber a competição nas próximas edições do mais famoso rali do mundo - embora também não se descarte o retorno à África -, como detalhou o próprio Lavigne.

Os pilotos sairão de Buenos Aires em 1º de janeiro, e a partir da capital argentina vão seguir em direção ao norte do país, onde deixarão para trás cidades como Victoria, Córdoba, San Miguel de Tucumán e San Salvador de Jujuy, em uma edição que passará por cinco novas províncias argentinas.

"Vamos descobrir novos territórios com paisagens extraordinárias", garantiu o diretor da prova, que elogiou o continente latino-americano pela "variedade" de paisagens, que vão das "extremamente áridas" às úmidas.

A fronteira com o Chile será cruzada por um traçado inédito na prova, "El Paso de Jarama", que levará os pilotos até o deserto do Atacama, protagonista principal em anteriores edições, e que Lavigne definiu como "o coração do Dacar", no qual os competidores passarão seis dias.

O tradicional dia de descanso para a caravana será na cidade chilena de Arica, na fronteira com o Peru e à qual seguirão os dias no deserto.

De novo em direção ao sul, o Dacar não passará por Santiago do Chile, a travessia será por territórios como Iquique, Antofagasta e Copiapó. A passagem de San Francisco voltará a marcar o retorno em direção à Argentina, por um retorno menos complicado para os pilotos até a chegada a Buenos Aires.

Lavigne aproveitou a entrevista coletiva em Paris para destacar os números da edição anterior, especialmente do público, que atingiu os 4,1 milhões de pessoas.

Argentina e o Chile foram o centro das atenções da mídia durante os primeiros dias do ano, já que 190 países receberam imagens da prova e retransmitiram mais de 1,2 mil horas do rali.

No que diz respeito à parte técnica, o Dacar apresenta em 2011 três novidades. Na categoria de motos, terá continuidade o incentivo das motos de 450 cc, que em 2012 será obrigatória para todos os pilotos. Nos carros, todas as equipes com automóveis que funcionam à gasolina poderão melhorar a entrada de ar dos veículos para equiparar aos modelos a diesel.

Com relação à navegação, a nova edição terá um maior trabalho para os copilotos, já que nos pontos de quebra obrigatórios o GPS será iniciado faltando 400 metros, e não a 3 mil, como ocorria no ano passado.

O Dacar 2011 não deixará de lado sua face solidária e seguirá com projetos na África, com o programa "Actions Dacar" - que forneceu 1,2 milhão de euros desde o início em 2002 -, e também com iniciativas como "Um teto para meu país", que será desenvolvido no Chile e tem como objetivo dar um lar aos mais necessitados. 

Veja o cronograma dos dias e cidades do Rali Dacar 2011:

1º de janeiro: Buenos Aires - Victoria.

2 de janeiro: Victoria - Córdoba.

3 de janeiro: Córdoba - San Miguel de Tucumán.

4 de janeiro: San Miguel de Tucumán - San Salvador de Jujuy.

5 de janeiro: San Salvador de Jujuy - Calama.

6 de janeiro: Calama - Iquique.

7 de janeiro: Iquique - Arica.

8 de janeiro: Dia de descanso em Arica.

9 de janeiro: Arica - Antofagasta.

10 de janeiro: Antofagasta - Copiapó.

11 de janeiro: Copiapó - Copiapó.

12 de janeiro: Copiapó - Fiambalá.

13 de janeiro: Fiambalá - San Juan.

14 de janeiro: San Juan - Córdoba.

15 de janeiro: Córdoba - Buenos Aires.

Calendário:

25-26 de novembro: Embarque dos veículos europeus.

28-30 de dezembro: Resgate dos veículos na Argentina.

30-31 de dezembro: Verificações administrativas e técnicas.

1º de janeiro: Apresentação dos concorrentes e pódio de saída.

Tudo o que sabemos sobre:
Rali Dacarpercurso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.