Organização do GP do Brasil entra na reta final dos ajustes

Cerca de 1.500 pessoas trabalham no autódromo; ainda existem ingressos à venda, mas só na bilheteria

Redação

11 de outubro de 2009 | 17h21

SÃO PAULO - A uma semana da largada do GP do Brasil de Fórmula 1, domingo (18, às 14 horas), a organização do evento entrou na reta final de reparos e ajustes no Autódromo de Interlagos para receber as equipes - que já tem representantes em São Paulo - e os pilotos.

Veja também:

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especialESPECIAL - Jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

O circuito conta agora com 1.500 pessoas em 30 frentes de trabalho, preparando os camarotes da área Vip, instalação de placas na pista, pintura de zebras e área de escape, limpeza geral, e mais, avisa a assessoria de Imprensa. Como o tempo se estabilizou e fez sol neste domingo, o trabalho acelerou. A expectativa é de que tudo esteja pronto até quarta.

Quanto às equipes, os equipamentos já estão em Interlagos em seus respectivos boxes, vindos direto do Japão na última semana, e aguardam montagem. Funcionários da Brawn GP e da McLaren foram vistos conferindo as caixas neste domingo pela manhã, mas ficaram por pouco tempo.

INGRESSOS

A organização avisa que ainda existem ingressos à venda para o GP do Brasil deste ano. Os bilhetes remanescentes estão sendo vendidos na bilheteria do Autódromo de Interlagos com pagamento em dinheiro ou cartão de crédito Visa em até três vezes.

As bilheterias funcionarão até 15 de outubro, das 9 horas às 17 horas, nos dias 16 e 17 de outubro, das 7 horas às 17 horas e no dia 18 de outubro das 7 horas ao meio-dia. A bilheteria fica na avenida Teotônio Vilela, s/n.º, ao lado do portão 8.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Interlagos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.