Organizador de Abu Dabi torce contra título de Button

O inglês Jenson Button precisa marcar apenas seis pontos no GP do Brasil, no domingo, para conquistar seu primeiro título na Fórmula 1. Mas a torcida contra o líder do campeonato ganhou um reforço nesta quarta-feira. Richard Cregan, chefe da organização do GP de Abu Dabi, admitiu que torcerá para que o Mundial não se decida em Interlagos.

AE, Agencia Estado

14 de outubro de 2009 | 09h48

"Se o campeonato chegar a Abu Dabi indefinido, será algo fantástico para todos: torcedores, organizadores e para a própria competitividade. Esperamos que isso aconteça", disse Cregan. O primeiro GP da história de Abu Dabi está marcado para 1º de novembro e fechará a temporada.

"É claro que, se nossa prova for a decisiva, haverá uma pressão maior. Mas ao mesmo tempo será ótimo para as pessoas que decidirem vir até aqui para assistir ao GP, porque vai dar um atrativo a mais para o fim de semana", afirmou o dirigente.

O GP do Brasil tornou-se, nos últimos anos, um tradicional palco de decisão de campeonatos. Desde 2005, a prova de Interlagos sempre coroa o campeão mundial.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do BrasilAbu Dabi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.