Oviedo festeja o título de Alonso

Um público estimado em mais de 2 mil pessoas invadiu as ruas de Oviedo para festejar a conquista do título mundial de Fórmula 1 por Fernando Alonso. Bandeiras da cidade natal do piloto, com as cores azul e amarelo, por coincidência as mesmas da equipe francesa Renault, enfeitaram a capital asturiana. Uma hora antes da largada, a multidão se alinhava diante do telão para assistir à corrida. O entusiasmo manifestado por gritos dos torcedores tinha seus momentos culminantes quando as imagens mostravam Alonso. Essa manifestação de alegria só rivalizou com aquela da imagem do finlandês Kimi Raikkonen, o único piloto que podia estragar a festa, voltando à pista depois do pit stop atrás do outro piloto da McLaren, o colombiano Juan Pablo Montoya, o vencedor da prova. Depois da explosão quando Alonso cruzou a linha de chegada em terceiro lugar, os torcedores seguiram para a Praça da América para continuar a festa. Cantando ?Voltaremos, voltaremos?, as pessoas comemoravam e matavam a sede com garrafas de champanhe. À medida que as horas passavam, as ruas da cidade iam sendo ocupadas por centenas de carros, que não paravam de buzinar. Centenas de pessoas optaram por banhar-se em uma fonte, local tradicionalmente escolhido para comemorações esportivas. Um mar de amarelo e azul tomou conta das ruas, com torcedores usando camisetas estampando a frase ?Alonso campeão do mundo?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.