Diego Azubel/EFE
Diego Azubel/EFE

Pai garante que Mark Webber vai correr normalmente o GP da China

Se sentindo desprestigiado na Red Bull após a polêmica na Malásia, australiano teria ameaçado deixar a F-1

AE-AP, Agência Estado

26 de março de 2013 | 10h40

MELBOURNE - A polêmica na Red Bull por causa da ultrapassagem de Sebastian Vettel sobre Mark Webber durante o GP da Malásia continua causando repercussão na Fórmula 1. Nesta terça-feira, Alan Webber, pai do piloto australiano, criticou o comportamento do alemão, mas garantiu que seu filho vai deixar as diferenças de lado e participará do GP da China, próxima etapa da temporada 2013.

"Nós vamos para a próxima na China", afirmou Alan Webber, em entrevista à uma rádio australiana. "Eu acho que vai demorar um pouco (para Vettel) para ganhar o respeito e a confiança de novo", completou.

Atual tricampeão mundial na Fórmula 1, Vettel ignorou as ordens da Red Bull e ultrapassou Webber para vencer o GP da Malásia no último domingo, o que deixou o piloto australiano furioso.

Weber se recusou a cumprimentar seu companheiro de equipe imediatamente após a corrida, e mais tarde, deu a entender que ele teria que analisar o seu futuro antes da sua volta para a Austrália.

O GP da China, terceira etapa da temporada 2013 da Fórmula 1, está marcado para o dia 14 de abril, no circuito de Xangai. No ano passado, a prova foi vencida pelo alemão Nico Rosberg, da Mercedes.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Mark Webber

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.