Para Alonso, saída de Vettel não mudará o seu futuro na Ferrari

Para Alonso, saída de Vettel não mudará o seu futuro na Ferrari

Piloto espanhol ainda não está 100% decidido, mas planeja deixar a Ferrari no fim da temporada da Fórmula 1

Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2014 | 14h36

Fernando Alonso afirmou neste sábado que a saída de Sebastian Vettel da Red Bull não vai mudar seu futuro. O piloto alemão é o grande favorito para assumir o lugar do espanhol na Ferrari a partir de 2015. Alonso resiste em anunciar, mas praticamente dá como certa sua saída da equipe italiana ao fim da atual temporada da Fórmula 1.

"Tudo é uma possibilidade. Primeiramente, eu não sei nem se ele [Vettel] está indo para a Ferrari. Minha primeira preocupação é ajudar o time nestas corridas. O meu futuro e o de Sebastian não é prioridade neste momento", afirmou o espanhol, neste sábado, véspera do GP do Japão, no Circuito de Suzuka.

O piloto revelou que a decisão sobre seu futuro foi tomada há meses. "Vamos dizer que eu tenho isso na minha mente há dois ou três meses. Tudo está se movendo na direção correta, mas ainda não estou 100% decidido. Vou usar o meu tempo da melhor forma possível para decidir sobre meu futuro", declarou.

Alonso tem contrato com a Ferrari até 2016, porém se desgastou com a nova diretoria da equipe nos últimos meses. E, sem chances de brigar pelo título desde que chegou ao time, em 2010, não esconde a insatisfação na Ferrari. A crise com a escuderia piorou nas últimas semanas, o que aumentou os rumores sobre sua saída.

Ao ser questionado sobre seu futuro, Alonso tentou desconversar. "Eu vou tentar fazer o melhor para a Ferrari". Os dirigentes da equipe, contudo, evitam o mistério. "Nós ainda temos um contrato com ele e nos próximos dias vamos tomar uma decisão final, com muito respeito um pelo outro", declarou Luca di Montezemolo, presidente que está deixando o cargo na Ferrari nas próximas semanas.

As maiores apostas apontam Alonso na McLaren, equipe que está ansiosa para reforçar seu time com um nome de peso para a próxima temporada. Em 2015, o time britânico passará a contar com a poderosa parceria da Honda, em seu retorno à Fórmula 1.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do JapãoVettelAlonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.