Francois Lenoir/Reuters
Francois Lenoir/Reuters

Para Bruno Senna, chance em Spa é como 'Natal e o exame mais difícil' ao mesmo tempo

Time afirma que pretende dar oportunidade ao piloto para mostrar serviço no resto da temporada

estadão.com.br,

25 de agosto de 2011 | 12h02

SPA - O piloto Bruno Senna afirmou que a oportunidade de pilotar a Renault no GP da Bélgica de Fórmula 1 é, como se fosse 'Natal e o exame mais difícil ao mesmo tempo'. Em nota oficial, a escuderia francesa informou o desejo de manter o brasileiro no restante das corridas da temporada, no entanto isso dependerá da solução de algumas pendências jurídicas.

"Estou extasiado com a oportunidade que a Lotus Renault me proporcionou de me transformar em piloto de corrida. Estou muito motivado em ficar atrás do volante do R31. Ganhei muita experiência graças ao tempo que dediquei ao time nesta temporada e as oportunidades de pilotar em Jerez, Duxford e recentemente em Budapeste aumentaram o apetite de me tornar um piloto bem sucedido na Lotus Renault", declarou Senna, que era piloto de testes da equipe desde o início do ano.

"Estou, ao mesmo tempo, excitado e nervoso - como se o Natal e meu exame mais difícil fossem no mesmo dia! Estou realmente agitado e motivado em estar em um carro de Fórmula 1 novamente, especialmente em um time grande como este. Voltar a correr é uma coisa que estava almejando há algum tempo e não é toda hora que você consegue a oportunidade em um time desta estatura. Eu me sinto completamente preparado para brilhar no desafio e agradeço o time por acreditar em mim. Eu não vou desapontar", prometeu o brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.