Para diretor da Renault, Piquet precisa de autoconfiança

'O ano tem sido ruim para Piquet, mas ele já fez boas corridas', afirmou Pat Symonds; Nelsinho sob pressão

Agência Estado

28 de maio de 2008 | 13h36

O brasileiro Nelsinho Piquet precisa ter mais autoconfiança para melhorar seu desempenho na temporada de estréia na Fórmula 1, segundo Pat Symonds, diretor da Renault. O dirigente diz acreditar na recuperação do piloto no campeonato, mas cobra uma mudança de atitude. "O ano tem sido ruim para Piquet, mas ele já fez boas corridas", afirmou Symonds, que comparou o brasileiro a Heikki Kovalainen, em entrevista ao site da equipe francesa. "Heikki também estava sob pressão nesta época e recuperou-se no Canadá."Eu já disse antes, e repito: um jovem esportista precisa confiar em si mesmo e ter auto-estima. Nelson só precisa voltar a acreditar em si mesmo para melhorar", disse o diretor.Após seis corridas disputadas no Mundial, Nelsinho ainda não marcou pontos. Seu companheiro de equipe, o bicampeão Fernando Alonso, soma nove.

Tudo o que sabemos sobre:
Nelsinho PiquetRenaultF-1Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.