Nigel Roddis/Reuters
Nigel Roddis/Reuters

Para Hamilton, fãs ingleses o ajudaram a fazer a pole

Britânico conquistou a sua segunda pole na carreira em Silverstone

AE, Agência Estado

29 de junho de 2013 | 16h29

SÃO PAULO - O ronco dos motores impede os pilotos de Fórmula 1 de ouvirem os gritos que vêm das arquibancadas, mas Lewis Hamilton garante que foi os seus fãs que o empurraram para cravar a pole no treino classificatório do GP da Inglaterra, neste sábado, em Silverstone. Correndo em casa, ele foi todo elogios aos ingleses.

"É incrível estar na pole, assim como fiz em 2007. Nós temos os melhores fãs da Fórmula 1 na Grã-Bretanha, o que deixa a atmosfera especial. Minha volta no Q3 foi uma volta para os fãs que se espalhavam por todo o circuito. Eu não estive muito confortável com o carro durante todo o fim de semana, então estou muito feliz de ter achado uma boa volta", disse o inglês.

Envolto nos polêmicos testes privados da Mercedes e da Pirelli, Hamilton elogiou a equipe e indicou que o seu time está adaptado aos pneus escolhidos para a prova. "A equipe fez um trabalho fenomenal. Não só os caras da pista, mas também da base, especialmente das nossas duas fábricas, que ficam aqui perto. Nosso treino longo de ontem (sexta) foi bom e nós somos capazes de administrar muito bem os pneus", garantiu ele.

Segundo do grid de largada na prova deste domingo, Nico Rosberg também foi só elogios à Mercedes. "Foi fantástico o resultado da Mercedes hoje (sábado) e é bom ver quanto evoluímos juntos desde o ano passado. A sensação de confiança que o nosso carro irá bem na classificação é fantástica e eu amo ir para a corrida sabendo que sairemos do melhor lugar do grid", comentou o alemão.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da Inglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.