John Heng/AP
John Heng/AP

Para Hamilton, Nelsinho tem chances de voltar à F-1

Inglês afirma que o brasileiro é um grande piloto e não está acabado para a principal categoria do automobilismo

Agencia Estado

23 de setembro de 2009 | 09h56

CINGAPURA - A carreira de Nelsinho Piquet na Fórmula 1 ficou duramente afetada após as revelações sobre o GP de Cingapura do ano passado. Mas para o inglês Lewis Hamilton, campeão da temporada de 2008, o brasileiro não está acabado para a categoria. O piloto da McLaren afirmou nesta quarta-feira que o antigo rival de GP2 ainda tem espaço no Mundial.

Veja também:

linkNelsinho admite que pode correr na Indy 

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especialESPECIAL - jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

"Tenho certeza de que haverá oportunidades para ele no futuro, e só posso desejá-lo o melhor. É um grande piloto e tem uma grande carreira, então é possível. Ele é jovem, tem experiência e vai passar por isso", disse Hamilton.

Há um ano, em Cingapura, Nelsinho aceitou bater propositadamente no muro para ajudar na estratégia de seu companheiro na Renault, Fernando Alonso. A história veio a público apenas neste ano, depois que o brasileiro foi demitido pela equipe e resolveu denunciar a armação à Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O piloto não foi punido pelo Conselho Mundial no caso. Flavio Briatore, ex-diretor da Renault, foi banido do esporte. E Pat Symonds, ex-estrategista da equipe, recebeu punição de cinco anos. A equipe ficará sob observação por dois anos, e poderá ser punida em caso de reincidência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.