Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Para Hamilton, terceiro lugar em Cingapura foi 'positivo'

Embora tenha chegado na terceira posição no GP de Cingapura de Fórmula 1, neste domingo, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, comemorou o resultado. Ao subir no pódio, o líder do campeonato abriu a vantagem de sete pontos sobre o concorrente direto ao título, o brasileiro Felipe Massa, que chegou em 13.º. "Foi um fim positivo para um final de semana difícil nesta fantástica e nova etapa. Comecei bem, mas tive um problema nos pneus traseiros. Depois, perdi tempo na primeira parada, por causa dos carros que entravam e saiam dos boxes", afirmou, se referindo à batida de Nelsinho Piquet, que antecedeu a entrada do safety car na pista.Hamilton explicou que evitou arriscar devido à dificuldade de fazer ultrapassagens no circuito e também porque os pilotos da Ferrari já estavam fora da briga. "Fiquei parado atrás de Coulthard e, embora eu estivesse claramente mais rápido, era difícil ultrapassá-lo. Após o safety car, tentei ficar o mais perto possível de Rosberg (segundo colocado na prova). Entretanto, não quis arriscar principalmente porque as Ferraris já estavam fora da disputa". Há três corridas do fim do campeonato, o inglês afirmou estar ansioso para as etapas seguintes. "A primeira corrida noturna na história da Fórmula 1 foi muito divertida e agora estou ansioso para as corridas no Japão e na China".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.