Para Massa, terceiro lugar em Mônaco já foi uma vitória

Pole, brasileiro diz estar conformado em terminar no pódio e culpa chuva e estratégia pelo resultado

Redação

25 de maio de 2008 | 14h01

Para quem largou na pole, em uma pista onde é praticamente impossível ultrapassar, Felipe Massa se mostrou conformado com o terceiro lugar conquistado no GP de Mônaco deste domingo. O brasileiro culpou a chuva e a estratégia de paradas pelo resultado aquém do esperado.   Veja também:  Hamilton ganha em Mônaco e lidera o Mundial   "Chegar no final, numa corrida estranha como esta, já foi uma grande vitória. Mas gostaria de ter terminado com a vitória", disse o brasileiro, na entrevista coletiva. "O carro estava muito bom, mas a estratégia acabou atrapalhando. Decidimos colocar gasolina para ir até o final logo no primeiro pit stop, esperando que a chuva continua-se. Mas a chuva parou, perdemos rendimento e aí tivemos que fazer outra parada para colocar pneus para pista seca. Isso custou a vitória."   Apesar de não vencer e cair para a terceira colocação no campeonato, Massa conseguiu diminuir a sua desvantagem para o companheiro de equipe e virtual favorito ao título. Antes da prova, o então líder Kimi Raikkonen tinha 35 pontos, contra 28 do brasileiro. Agora, Lewis Hamilton está na frente, com 38 pontos, contra 34 do piloto da Ferrari. O finlandês segue com 35.   "Apesar de não ter vencido, terminar no pódio aqui em Mônaco é sempre bom e espero que estes seis pontos ajudem a gente na classificação final do campeonato", encerrou o brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.