Pastor Maldonado é confirmado como piloto da Lotus para 2014

Piloto celebra a chance de correr por uma equipe que possui status mais elevado que a Williams

Agência Estado

29 de novembro de 2013 | 15h17

ENSTONE - Pastor Maldonado foi oficialmente confirmado nesta sexta-feira como novo piloto da Lotus para a temporada de 2014 da Fórmula 1. O venezuelano assumirá o posto deixado pelo finlandês Kimi Raikkonen, contratado pela Ferrari, e fará dupla com o francês Romain Grosjean na escuderia de Enstone.

Maldonado chega à Lotus depois de ter disputado as três últimas temporadas pela Williams e teve seu posto na escuderia inglesa preenchido por Felipe Massa. O brasileiro se despediu da Ferrari no último domingo, quando disputou o GP do Brasil, em Interlagos, e será substituído justamente por Raikkonen a partir do próximo ano.

Eric Boullier, chefe da Lotus, comemorou o acordo firmado com Maldonado e também o fato de que a equipe acertou a permanência de Grosjean para 2014. "É com grande prazer que podemos agora confirmar oficialmente que Romain Grosjean continuará conosco na próxima temporada. Ele demonstrou ter um talento tremendo, principalmente na segunda parte da temporada de 2013 e será fantástico tê-lo conosco neste desafiador ano de 2014", disse o dirigente, para em seguida elogiar o venezuelano.

"Está claro que Pastor tem ritmo e potencial - o que foi demonstrado no título de 2010 da GP2 e nas ótimas corridas que ele fez na Williams - e estamos convencidos de que conseguiremos promover o ambiente correto para que ele possa florescer com regularidade na pista", completou

Maldonado também celebrou a chance de correr por uma equipe que hoje possui um status mais elevado que o da Williams na Fórmula 1. "É uma oportunidade fantástica integrar a Lotus para 2014. Não é nenhum segredo que queria uma mudança de cenário para ajudar a dar um empurrão em minha carreira na F1, e a Lotus me ofereceu a melhor oportunidade para ser competitivo na próxima temporada", destacou o venezuelano, para depois enfatizar: "As regras e os carros vão mudar significativamente, por isso esse é um bom momento para um novo começo".

Romain Grosjean, por sua vez, comemorou o fato de que teve oficializada a sua permanência na Lotus. "Estou muito feliz por ter a confirmação oficial de que eu seguirei guiando pela Lotus na próxima temporada. O ano passado foi tremendamente gratificante para mim. Nós trabalhamos bem juntos, e eu sei que todo mundo em Enstone está motivado para continuar a luta para cada ponto final disponível. Estou muito animado com o carro do próximo ano e não posso esperar para entrar na pista para os testes de pré-temporada antes de ir para a Austrália para a primeira corrida da temporada", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1LotusPastor Maldonado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.